11863487_122890904722118_7590960756117043529_n

    Desde 2007, o dia 3 de outubro é feriado no Rio Grande do Norte. Nesse dia se faz memória aos primeiros mártires do Brasil, os mártires de Cunhaú e Uruaçu.

    No ano de 1645, nas aldeias de Cunhaú (Canguaretama) e Uruaçu (São Gonçalo do Amarante), 30 fiéis foram assassinados por não renunciarem à fé católica. O estado vivia o período da invasão holandesa, e por não aceitarem se converter à religião dos invasores (calvinistas), os padres André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro e 28 companheiros leigos foram martirizados.

    Hoje os mártires são beatos e caminham rumo à canonização. O Arcebispo de Natal, Dom Jaime, viajou à Roma na primeira semana de setembro para se encontrar com o Papa Francisco e discutir sobre a canonização dos mártires, com esse passo pode se estender a sua veneração ao mundo inteiro.

    Padre Júlio César, que é o Representante do processo de canonização dos mártires na Arquidiocese de Natal, e acompanhou o arcebispo no seu encontro com o Papa contou ao Portal Agora RN sobre a importância destes para o RN: “Os mártires são os padroeiros do Rio Grande do Norte. Eles deram a vida para que o evangelho não perdesse força no estado. Durante a invasão holandesa, eles deram a vida, porque ou eles se convertiam ao calvinismo ou perdiam a vida, e eles escolheram perder a vida”.

    Segundo o sacerdote, nesta semana haverá a apresentação do relatório final à Congregação para as Causas dos Santos, ficando após este passo dependendo apenas do aval do Papa Francisco para que o Rio Grande do Norte tenham seus primeiros santos. Na segunda-feira (3), uma série de celebrações e homenagens serão feitas aos mártires. Confira:

    Na manhã, serão celebradas três missas: às 7h, na Igreja Matriz de São Gonçalo e no Monumento dos Mártires, em Uruaçu, e, às 9h, na Vila de Uruaçu.

    A partir das 10h no Monumento haverá vasta programação religiosa, e às 17 horas, o encerramento onde será celebrada missa solene, presidida pelo Núncio Apostólico (Bispo Diplomata do Vaticano), Dom Giovanni D’Aniello, concelebrada pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha.

      11133694_1564104803849351_6571714780161283345_n

      Vamos lembrar o que é importante neste domingo (2) de eleições municipais. Mesmo quem perdeu o título pode votar. O eleitor não pode esquecer de levar um documento com foto – pode ser carteira de identidade, de motorista, de trabalho, até passaporte – mas tem que ser um documento oficial.

      E também vai precisar do número do título de eleitor. Se perdeu, não sabe onde guardou, não tem problema. Dá para consultar o número do título e também o local de votação no site do Tribunal Superior Eleitoral.

      Lembrando que celular não entra na cabine de votação. Também não pode usar camiseta com propaganda de candidato. No máximo um bottom, um adesivo.

        11863487_122890904722118_7590960756117043529_n

        O aplicativo “Resultados” permite ao cidadão acompanhar, em tempo real, o resultado das eleições municipais. Já o “Boletim na Mão” faz com que qualquer cidadão acesse de forma rápida, segura e simplificada as informações contidas nos Boletins de Urna, documentos que são impressos após o encerramento da votação e afixados em quadros de aviso nas seções eleitorais.

        O utilitário “Eleições 2016” oferece ao cidadão notícias, vídeos e acesso aos demais aplicativos desenvolvidos pela Justiça Eleitoral. O layout da ferramenta lembra a página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet. Ao entrar no programa, o cidadão poderá obter informações como a situação eleitoral, local de votação, justificativa eleitoral e transporte de eleitores, entre outras.

          A Prefeitura de São Gonçalo recebia rios de dinheiro de Royalty da Petrobrás na época que a Família Cavalcanti estava no poder. Mesmo assim, o povo da cidade era castigado com a precariedade da educação, saúde e todos os serviços públicos.

          O prefeito da época, Poti Júnior, foi alvo de investigação do Ministério Público e responde pela má aplicação desses recursos. Veja o vídeo abaixo:

            O dinheiro da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante foi usado para comprar a feira e até mesmo dívida de jogo de cartas do ex-deputado e agora vereador Alexandre Cavalcanti, irmão do conselheiro do TCE Poti Júnior e tio do ex-prefeito Jarbas Cavalcanti e do candidato a prefeito pelo PMDB, Poti Neto, revela Cassimiro Sobrinho.

            Reclamando que foi ofendido moralmente por um blogueiro que é cria do ex-deputado e agora vereador Alexandre Cavalcanti – “ele usa o blogueiro para denegrir todo mundo” – Cassimiro manda um recado diretamente para Alexandre Cavalcanti, irmão do ex-prefeito Poti Júnior, tio do ex-prefeito Jarbas Cavalcanti e do candidato a prefeito pelo PMDB, Poti Neto.

            Cassimiro sabe do que está falando. Ex-motorista do então prefeito Jarbas Cavalcanti ele lembra dos telefonemas de Alexandre Cavalcanti para o sobrinho: “Jarbas, mande o dinheiro da minha feira. Jarbas colocava 3, 4 mil reais num envelope amarelo e eu ia deixar o dinheiro na sua casa (de Alexandre Cavalcanti)”.

            O ex-motorista lembra também que Alexandre Cavalcanti, conhecido como viciado em jogo de cartas, pegava sua Pajero e ia para o Clube América, no bairro de Petrópolis, em Natal, para jogar baralho. “Um dia ele perdeu uma boa quantidade de dinheiro e ligou de madrugada para o sobrinho fazer o pagamento da dívida. Senão, o pessoal não liberava ele”, conta Cassimiro.

            Questionando o que Alexandre Cavalcanti fez por São Gonçalo do Amarante omo deputado estadual ou como vereador, Cassimiro Sobrinho conta que Poti Júnior, o líder da família, “é muito sabido”. “Ele botou o motorista dele no TCE para ser o motorista de Poti Neto. A coordenadora da campanha, que mora em Natal perto do Carrefour foi escolhida por Poti Júnior”, diz o ex-motorista.

            Cassimiro Sobrinho desconfia que a candidatura de Poti Neto a prefeito de São Gonçalo “é laranja”. “O objetivo é reeleger Alexandre Cavalcanti. Tem mais de 30 candidatos a vereador trabalhando de graça. Afinal, se ele (Alexandre Cavalcanti) perder o emprego de vereador, ele vai pedir emprego a quem?”, pergunta o ex-homem de confiança da família Cavalcanti. Veja vídeo abaixo:

            11863487_122890904722118_7590960756117043529_n

              Prefeito Jaime Calado e a deputada Zenaide Maia também participaram do último comício Foi no Conjunto Amarante que o candidato a prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho da Habitação (PR), e seu vice, Eraldo Paiva (PT) realizaram o último comício da coligação ‘Seguindo Com as Mudanças’. Aproximadamente seis mil pessoas participaram do último ato público nesta quinta-feira (29).

              “Isso é o resultado de muito trabalho e dedicação a essa cidade. Dediquei, ao lado de Jaime, os últimos oito anos da minha vida a esse povo. Lutei e briguei pra trazer mais de três mil moradias. Trabalhei, incansavelmente, para fazer justiça social, porque honro o cargo que assumo”, disse o ex-secretário de Habitação. Paulinho fez uma retrospectiva da sua campanha, agradeceu ao prefeito Jaime, ao seu partido e os demais pela confiança, além das lideranças e candidatos que o apoiaram nessa caminhada.

              “Por onde passamos fomos recebidos com felicidade e gratidão. E será com a mesma gratidão que honrarei o voto de confiança”, disse. O candidato do prefeito Jaime Calado aproveitou e comentou os ataques que vem sofrendo. “A oposição, assim como fez com Jaime, está atacando a mim e minha família com mentiras e difamação. Uma tentativa desesperada de vencer as eleições a todo custo. Mas o povo já decidiu que quer continuar com os avanços, quer Paulinho e Eraldo para São Gonçalo seguir mudando”, pontuou.

              Ao terminar os discursos, Paulinho e Eraldo desceram do palanque para agradecer a multidão que esta presente. Pularam e dançaram ao som da música da campanha, em uma verdadeira festa democrática.

              11863487_122890904722118_7590960756117043529_n

                O eleitor que não puder votar no dia da eleição (2 de outubro – 1º turno e 30 de outubro – 2º turno) deve justificar a ausência através do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE). No domingo, 02 de outubro, a justificativa poderá ser feita em qualquer seção eleitoral. No local o eleitor terá acesso ao Requerimento de Justificativa Eleitoral. O documento também pode ser pego nos cartórios eleitorais e através do site do TRE-RN (www.tre-rn.jus.br > menu Eleitor > Justificativa Eleitoral).

                O eleitor deve levar o requerimento preenchido juntamente com o título de eleitor e algum documento oficial com foto, até um local de justificativa ou a qualquer seção eleitoral fora do seu domicílio eleitoral. Caso o eleitor deixe de votar nos dois turnos, ele terá de fazer duas justificativas.

                O eleitor que não justificar ausência no dia da eleição deve comparecer posteriormente em qualquer cartório eleitoral com a documentação que comprove a impossibilidade de votar. O prazo para essa justificativa é de 60 dias após cada turno de votação.

                Caso o eleitor esteja forma do país no dia do pleito, ele poderá enviar, pelo correio, sua justificativa diretamente ao cartório eleitoral do município onde vota, ou justificar pessoalmente em até 30 dias após retorno ao Brasil. Eleitores da Zona Eleitoral do Exterior só precisam justificar ausência em eleições presidenciais.

                Reforçamos que neste domingo, 2 de outubro, cada seção eleitoral é considerado um posto de justificativa. Veja abaixo a lista de locais extras disponíveis para justificar o voto, no dia da eleição em São Gonçalo do Amarante:

                (51ª Zona)

                Local: ESCOLA ESTADUAL PADRE JOSÉ MARIA BIEZINGER
                Endereço: RUA AURORA, S/N – JARDIM LOLA

                Local: ESCOLA MUNICIPAL 1º E 2º GRAUS VICENTE DE FRANÇA
                Endereço: RUA SÃO BENTO, S/N – CONJUNTO AMARANTE

                Local: GRUPO ESCOLAR DR. OTAVIANO
                Endereço: PRAÇA SENADOR DINARTE MARIZ, 96 – CENTRO

                Local: AEROPORTO INTERNACIONAL ALUÍSIO ALVES
                Endereço: ZONA RURAL DE MAÇARANDUBA

                11863487_122890904722118_7590960756117043529_n

                  Com uma solenidade breve e simples o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, entregou na tarde de ontem (29) a reforma da quadra de esportes do Bairro Amarante, conhecida popularmente como a “quadra do antigo CSU”.

                  O espaço passou por uma reforma total, realizada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, para atender a solicitação dos moradores do bairro. Participaram da solenidade a deputada federal Zenaide Maia, secretários municipais, servidores públicos e desportistas locais.

                  “Esse é mais um equipamento de esporte e lazer que reformamos. Na nossa gestão já recuperamos 11 quadras esportivas, construímos 13 novas e até o final do ano vamos entregar mais três quadras poliesportivas que são quase ginásios, de forma que os desportistas vão ter cada vez mais espaço para a prática do esporte e o lazer de jovens e adultos”, afirmou Jaime Calado.

                    Jarbas Cavalcanti não foi a única vítima. No segundo vídeo em que faz graves revelações sobre como os Cavalcanti, liderados pelo ex-prefeito, ex-deputado e hoje conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Poti Júnior desviaram dinheiro da Prefeitura de São Gonçalo para fins particulares, ele tem muito o que contar.

                    Segundo Cassimiro, um sobrinho de Poti Júnior, Claudio Cavalcanti, mais conhecido como Claudinho, meio-irmão do candidato a prefeito Poti Neto, ficou conhecido como o “rapaz da mala” em São Gonçalo. “Claudinho morreu abandonado pela família e procurado pela Justiça. Chamavam ele de “rapaz da mala” porque era ele quem fazia toda a parte financeira de interesse de Poti Júnior, era o responsável por fazer os pagamentos com dinheiro da Prefeitura”, revela o ex-motorista.

                    Cassimiro revela também que até mesmo quem não morava nem trabalhava em São Gonçalo tinha contra-cheque e recebia dinheiro da Prefeitura de São Gonçalo. “Tinha esposa de ex-vereador, tinha vereador de Riachuelo, vereador de São Pedro Potengi”, conta Cassimiro. Ele também revela que Poti comandava o esquema porque precisava sustentar sua base política, primeiro para fazer do irmão Alexandre Cavalcanti deputado. “Ele tinha que manter essa base com dinheiro da Prefeitura”, acusa.

                    “Se os Cavalcanti voltarem para a Prefeitura de São Gonçalo vai acontecer a mesma coisa. Vai chamar aquele pessoal de fora para ser funcionário fantasma e fazer pagamentos para eleger alguém. Um dos sonhos de Poti Júnior é depois de se aposentar do TCE ser deputado federal. Se os Cavalcanti voltarem ao poder na Prefeitura acabam com São Gonçalo para sempre”. Veja vídeo abaixo:

                    IMG-20160930-WA0001

                      Por essa o Solidariedade não esperava. O candidato a vereador Olavo Junior (SD), mais conhecido como ‘Júnior de Barão’, declarou na noite desta quinta feira (29), o seu apoio a Paulinho 22.

                      O mais surpreendente foi a forma do anúncio. Júnior aproveitou o comício de encerramento do 22, no conjunto Amarante, para subir ao palanque, ser anunciado e ovacionado pelo povo presente.

                      Informações dão conta de que Junior também poderá oficializar junto ao TRE a retirada da sua candidatura a vereador e com isso causar um grande reboliço na coligação do seu partido (Solidariedade/PCdoB/PMN).

                      A decisão (caso venha a acontecer) acarretara na diminuição da possibilidade da coligação em eleger dois vereadores.