3a83088b126f44cd80335113145a7977

    Se acha que já viu de tudo, está muito enganado. Uma moradora do bairro El Oasis, na cidade de Santa Maria, na Colômbia, foi vítima da fúria de seus vizinhos depois de ter trocado a senha do Wi-Fi da própria casa. De acordo com a polícia local, a mulher alterou a senha alegando que nunca recebeu o pagamento mensal dos vizinhos que usavam o serviço de internet.

    Indignados, os vizinhos decidiram tirar satisfação com a proprietária da residência e se enfrentaram com facões, pedaços de pau e pedras na confusão que virou caso de polícia. Um mulher grávida de seis meses, que estava na rua no momento da briga, foi atingida por um pedra e teve que ser levada para o hospital.

    Ao identificar a mulher que começou o tumulto, as autoridades locais informaram ainda que ela já cumpria prisão domiciliar. Agora, os moradores do local estão recolhendo assinaturas para solicitar que a mulher seja expulsa do bairro, pois já era conhecida como uma pessoas “problemática” e que “sempre criava confusões”.

    Veja o vídeo que foi parar nas redes sociais:

    3a83088b126f44cd80335113145a7977

      Uma aluna esfaqueou outra estudante na tarde desta sexta-feira (17) dentro de uma sala de aula da Escola Municipal Professor Veríssimo de Melo, no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste da capital potiguar. A informação é da Polícia Militar.

      As duas adolescentes têm 15 anos e 14 anos. De acordo com funcionários da escola, uma das garotas pediu sal à outra no recreio nesta quinta-feira (16). Depois da negativa da colega, as duas se agrediram e uma delas jurou vingança.

      A própria mãe da agressora informou que ela saiu de casa com uma faca de cozinha, dizendo que ia ferir uma colega de classe. A adolescente aproveitou um momento de distração da professora, durante a aula, e esfaqueou as pernas da vítima.

      Só arremessando uma cadeira na direção das duas, a professora conseguiu separá-las. Ela também estava com medo de ser esfaqueada.

      A garota suspeita de ter ferido a outra aluna foi apreendida e levada para a Delegacia Especial de Atendimento ao Adolescente (DEA). A vítima foi conduzida ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, com um ferimentos nas coxas provocados pelas facadas.

      Por G1RN
      entrega de titulos

        O prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio, o Paulinho, recebeu a governadora Fátima Bezerra nesta sexta-feira (17) para realizar a entrega de 496 títulos de regularização fundiária a moradores da comunidade Conjunto de Todos. Em 2016, o município foi o primeiro do Rio Grande do Norte a entregar esses documentos.

        A regularização foi promovida pela Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Social (Cehab), do Governo do Estado, com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Habitação, Saneamento e Regularização Fundiária. No total quase 2 mil pessoas foram beneficiadas.

        “Muito feliz em mais uma vez estarmos legalizando e garantindo o direito social aos moradores dessa comunidade que já existe há mais de 10 anos. Agradeço, em nome do nosso povo, ao Governo do Estado. Estamos aqui de mãos estendidas para realizar mais parcerias e benfeitorias”, disse Paulinho.

        Fátima destacou que essa ação é um direito constitucional, o direito à moradia. “Isso não é um favor da governadora, é uma obrigação porque fui eleita para trabalhar pelo povo do Rio Grande do Norte. Agora a casa é legalmente do povo, e vamos continuar regularizando muito mais”, destacou Fátima Bezerra.

        Presentes os senadores Zenaide Maia e Jean-Paul Patres, deputado federal Benes Leocádio, deputada estadual Eudiane Macedo, ex-prefeito Jaime Calado, secretários estaduais e municipais e lideranças.

        3a83088b126f44cd80335113145a7977

          O Rio Grande do Norte tem 475 mil pessoas sem trabalho. Desse total, 209 mil são pessoas desocupadas (que estão em busca de emprego), 188 mil são desalentados (que não procuraram emprego, mas tem interesse em trabalhar) e 78 mil são indisponíveis (que gostariam de trabalhar, mas não tem disponibilidade para assumir).

          Os dados são referentes ao primeiro trimestre deste ano e foram colhidos na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (16).

          A taxa de desemprego no estado neste primeiro trimestre foi de 13,8%. Esse número é contabilizado após cálculos relacionados às categorias de “pessoas ocupadas”, “pessoas subocupadas por insuficiência de horas” e “pessoas desocupadas”. A soma desses grupos é de 1 milhão e 509 mil pessoas, que compõem a “força de trabalho”.

          Nesse cálculo, portanto, as categorias de “desalentados” e “indisponíveis” – referentes às pessoas que estão sem trabalho, mas não estão em busca de emprego – não são relevantes.

          Veja os números

          • 1 milhão e 127 mil pessoas ocupadas
          • 173 mil subocupadas por insuficiência de horas
          • 209 mil pessoas desocupadas
          • 188 mil desalentados
          • 78 mil indisponíveis

          A taxa no número de pessoas desocupadas aumentou em 0,4% em relação à pesquisa do semestre passado. Em relação ao mesmo período de 2018, o número caiu 1,1%. O IBGE entende que houve uma “estabilidade da taxa”. O Rio Grande do Norte tem a 4ª menor taxa de desocupação no Nordeste.

          Por G1 RN
          DSC_805

            A prefeitura de São Gonçalo do Amarante, através da Secretaria Municipal de Agropecuária e Desenvolvimento Agrário (Semada) e do Instituto de Assistência e Técnica e Extensão Rural do RN (EMATER) em parceria com o Governo do Estado iniciou a 1ª etapa da campanha de vacinação do rebanho bovino contra febre aftosa no município.

            Em São Gonçalo, o período de vacinação segue até o próximo dia 24 de maio, através de calendário pré-definido pela Semada e Emater. Confira as datas:

            Quadro-1 (mais…)

            Zenaide na tribuna defendendo a Educação

              A senadora Zenaide Maia fez um pronunciamento, na tarde desta quarta-feira (15), em defesa de recursos para educação nas universidades federais e nos institutos federais. Enquanto milhares de brasileiros iam as ruas em todo país para protestar contra o corte de recursos pelo Governo Federal na educação, Zenaide declarava seu posicionamento totalmente contra o contingenciamento de 30%.

              “Com a Emenda 95 já foi congelado por 20 anos os recursos para saúde e educação. Aí de repente a gente vê a retirada de 30% das universidades e os institutos federais. Não é tirando recursos da educação de um povo que se melhora a saúde e a segurança pública. Educação é a maior prevenção do que existe de pior”, disse Zenaide.

               

              mms-2019-digitais_

                Um grupo de 50 missionários do Colégio Marista de Natal (RN), composto por estudantes do Ensino Médio, ex-alunos, familiares e educadores, chega, na próxima sexta-feira (17), à zona rural de São Gonçalo do Amarante, na comunidade Serrinha de Cima, com o objetivo de levar ações da Missão Marista de Solidariedade.

                A cidade tem cerca de 100 mil habitantes e vai receber os missionários, que realizarão oficinas na comunidade rural. A Missão terá presença nos próximos dois anos consecutivos na região com a finalidade de promover ações culturais, esportivas e pastorais. Entre as atividades programadas estão oficinas de arte e esporte, visitas às casas de moradores e apoio pedagógico.

                urante a preparação para a MMS, a comunidade educativa de Natal se mobilizou para arrecadar itens que serão doados à comunidade. Ações desenvolvidas nas turmas do 2º ao 4º ano do Ensino Fundamental arrecadaram brinquedos, enquanto as turmas do 5º ao 7º entregaram kits pedagógico (lápis, borracha e caderno) que serão destinados à escola. Por fim, a Educação Infantil contribuiu com a doação de alimentos. (mais…)

                  Imagens de câmera de segurança de uma rua no Conjunto Amarante, município de São Gonçalo, na Grande Natal, mostram um casal em uma moto passando em alta velocidade. Segundos depois, o casal retorna ao mesmo endereço e tem uma vítima como alvo.

                  Um homem parado na calçada tem o celular roubado pela dupla. A mulher que está na garupa da moto desce rapidamente, se aproxima do morador, aponta a arma e pega o aparelho. A ação é rápida.

                  De acordo com testemunhas, roubos semelhantes a esse estão se tornando recorrentes nos bairros de São Gonçalo. Os depoimentos prestados por vítimas na delegacia da cidade são bem parecidos, o que faz com que os investigadores atribuam esses assaltos a um só casal.

                  O comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, que fiscaliza a área, determinou que um patrulhamento mais intensificado seja realizado durante as manhãs. Quem tiver qualquer informação sobre o casal que aparece nas imagens pode telefonar para o Disque-Denúncia, no número 181.

                  0bf31bc47a4e0830be2493948d1ef3a5

                    Devido à sua estrutura imponente, a Ponte Newton Navarro se transformou em um ponto turístico de Natal (RN) desde que foi inaugurada em 2004. No entanto, a partir de 2009, a imprensa da cidade registrou que a ponte começou a se tornar um ponto de suicídio.

                    Segundo dados divulgados pelo governo, desde 2011, cerca de 1% de todos os suicídios do Rio Grande do Norte aconteceram na ponte. Outros 91% dos casos foram dentro de casa. A revista Época apurou que, só neste ano, 413 pessoas se suicidaram a partir do vão central da ponte de 55 metros de altura (equivalente a um prédio de 18 andares). A média é de mais de três suicídios por dia.

                    O pastor Rubens Medeiros, de 45 anos, da Assembleia de Deus, conta que se sentiu chamado a evitar os suicídios depois de sonhar que seu filho de três anos era uma das vítimas.

                    “Eu o via subir a ponte e saltar. Acordei apavorado. Naquele momento, entendi que Deus estava falando comigo e decidi que iria acampar aqui, para evitar que as pessoas façam esse horror”, disse ele à Época. Até a publicação da reportagem, na última sexta-feira (10), 84 suicídios foram evitados pelo grupo “Sentinelas de Cristo” em menos de um mês.

                    “Apenas uma pessoa conseguiu. Foi uma pena”, lamentou o pastor com o olhar vago, mirando a ponte.

                    A primeira pessoa a ser impedida de cometer suicídio pelos Sentinelas de Cristo foi uma mulher, na noite da Sexta-feira da Paixão de Cristo. Ela queria tirar a própria vida após descobrir a traição do marido.

                    “Foi a primeira noite em que montei acampamento e vi essa mulher surgir subindo a ponte. Corremos e a agarramos. Na primeira noite, éramos apenas eu e mais dois voluntários. Conseguimos impedir que ela se atirasse”, relembrou o pastor.

                    Desde então, Rubens montou um acampamento na cabeceira da ponte e chamou a atenção de todo o país. Devido à repercussão, o trabalho das Sentinelas foi equipado com mais de 20 rádios para comunicação, toda vez que um suicida em potencial começa a subir a ponte. Eles se dividem em equipes de plantão e cobrem toda a extensão de quase 3 km da ponte, três equipes de cada lado.

                    “As pessoas param aqui para nos cumprimentar. Mas também param para encontrar um ponto descoberto para se jogar”, explica Ailton de Oliveira, de 51 anos, um dos sentinelas. “Há seis anos estou livre das drogas. Estou aqui hoje para retribuir o que Deus fez por mim. Eu também subi essa ponte para me matar. Mas, na hora de pular, Deus falou comigo. Agora é minha vez de devolver esse gesto”.

                    Entre as 84 pessoas que tentaram cometer suicídio, a dor emocional é um ponto em comum. “É impressionante o número de pessoas que tentam se matar porque não se sentem amadas”, comenta Rubens. Na última semana, um caso em particular tocou a todos: uma mãe subiu a ponte com seu bebê nos braços para dar fim à própria vida e à do filho. “Ela não se sentia merecedora de amor”, revelou o pastor.

                    Rubens também experimentou a dor enquanto salvava outras vidas. Numa tarde de sábado, enquanto estava no acampamento, seu telefone tocou com a notícia de que seu pai havia acabado de morrer depois de um ataque fulminante.

                    “Eu perguntei o que Deus queria de mim. Pensei que, àquela altura, mais de 70 famílias deveriam estar enlutadas porque teriam algum familiar que se matou, mas não estavam graças a nosso trabalho. Então, por que a minha era que estava em luto? Por quê?”, questionou o pastor na época, que hoje não busca mais a resposta. “Já a encontrei fazendo o que faço aqui”. (mais…)

                    DSC_805

                      A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e da Fundação Cultural Dona Militana, está realizando o trabalho de revitalização da Praça do Galo, em Santo Antônio do Potengi. A estátua do Galo Branco, símbolo do folclore do RN, também passará por restauração.

                      Segundo Flávio Henrique, presidente da Fundação de Cultura, os reparos estão sendo realizados para que se mantenham preservados os elementos da cultura são-gonçalense. “O monumento do galo é um lugar para visitação. Precisamos preservar o ambiente, sobretudo porque ele também é símbolo do nosso artesanato”.

                      O monumento foi inaugurado em 2016. O Galo Branco nasceu das mãos do artesão Antônio Soares. A intenção era tornar as “quartinhas” da época mais atrativas para seus clientes. Posteriormente, Dona Neném Felipe, em seu trabalho com Antônio, tornou a peça ainda mais atrativa e colorida, transformando-a em peça decorativa.

                      A escolha do Galo como símbolo do folclore potiguar aconteceu no ano de 1996.