3a83088b126f44cd80335113145a7977

    As agências bancárias do Banco do Brasil (BB) e Caixa Econômica Federal (CEF) seguem sem funcionar para o público externo nesta sexta-feira (2) devido a Greve dos vigilantes que entrou em seu quinto dia.

    A informação foi repassada pelo coordenador geral do Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Norte (Bancários), Gilberto Monteiro, que os bancos estão funcionando em expediente interno e por meio dos caixas eletrônicos devido a falta de condições para se cumprir o plano de segurança exigido pela Polícia Federal (PF).

    “As agências até podem funcionar, mas existe uma normativa da PF na qual os bancos devem obedecer três de cinco regras de segurança, são elas o uso de porta giratória com detector de metais, sistema interno de câmeras, segurança armada, cabine de proteção blindada e tranca de retardo instalado na fechadura do cofre, sendo que a presença do vigilante é considerada indispensável entre os três itens mínimos”, explicou o bancário.

    A greve dos vigilantes ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira (1º), no qual o Tribunal Regional do Trabalho (TRT/RN) despachou ao sindicato o “interdito proibitório”, solicitado inicialmente pela Caixa Econômica Federal (CEF) e estendido ao Banco do Brasil. No documento, os grevistas não podem bloquear o acesso de pessoas e veículos aos bancos, mantendo o livre trânsito dos carros fortes, tanto nas agências, quanto nos seus entornos e nas vias de acesso às agências bancárias, bem como não impedindo o abastecimento de numerários nos terminais e dependências.

    Em caso de descumprimento o Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes (Sindsegur-RN) e seu coordenador-geral, Pablo Henrique, terão que pagar uma multa equivalente a R$ 100 mil. Outro ponto do documento foi que o “sindicato assume a postura de orientar, inclusive por meio de seu site, os empregados que não estejam em greve, de que estão à disposição do empregador, inclusive podendo ser remanejados entre agências bancárias”.

    comentarios