20150910_1235361-732x528

    O município de São Gonçalo do Amarante iniciou ontem (17) o processo participativo para elaboração de um plano de desenvolvimento que vai definir metas e projetos para os próximos 10 anos. Denominado‪#‎SGA‬+10Envolvido o plano é uma iniciativa do Centro de Cidadania Pedro Guajiru, em parceria com a Prefeitura Municipal e o apoio técnico de especialistas do IFRN de São Gonçalo.

    O primeiro evento participativo aconteceu no espaço LX Recepções no bairro Golandim com a participação do prefeito Jaime Calado, do presidente do Centro de Cidadania Pedro Guajiru, Roberto Sérgio Linhares, os secretários municipais Abel Neto (Educação) e Paulo Emídio (Habitação), dentre outros secretários, o coordenador de extensão do IFRN, Fernando Freire, além de lideranças comunitárias.

    “O Plano São Gonçalo 2026 é uma iniciativa que visa mobilizar o município para refletir sobre o presente e planejar o futuro. Vamos avaliar e definir metas para os próximos 10 anos: na educação, na saúde, na segurança, na expansão urbana, no saneamento ambiental, no combate à pobreza e na geração de emprego e de renda”, explicou Roberto Sérgio Linhares, presidente do Centro Pedro Guajiru.

    Segundo os organizadores, a população deverá apresentar propostas e sugestões de projetos para seus bairros e comunidades o que poderá ocorrer presencialmente, nas reuniões participativas em cada bairro e distrito, ou pela internet através do formulário online disponível no site: amarante2026.com.br ou na funpage: facebook.com/amarante2026.

    “Em 2004, mesmo antes de ser prefeito, fizemos um plano de desenvolvimento, e foi baseado nas informações colhidas nas comunidades que montamos um plano de governo e conseguimos avançar em muitas áreas. Agora, São Gonçalo tem outra realidade e outras necessidades, por isso vamos mobilizar toda a sociedade do município para ouvir cada comunidade. Dividimos o município em 12 polos e até o final do ano vamos percorrer essas áreas. Não existe limite de sugestões, cada um pode e deve opinar”, acrescentou o prefeito Jaime Calado.

    ander1

    20150910_1235361-732x528

      Brasília (AE) – Vaias ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pedidos para que o vice-presidente Michel Temer “vista a faixa já” no lugar da presidente Dilma Rousseff e divergências sobre a continuidade da aliança com o governo petista marcaram o congresso do PMDB, realizado ontem, em Brasília.

      Investigado por crimes de corrupção e suspeita de contas irregulares na Suíça, Cunha chegou ao lado de Temer e, mesmo “blindado”, ao iniciar seu discurso, foi alvo de vaias de um pequeno grupo que estava na plateia. Em sua fala, Cunha repetiu sua defesa ao distanciamento do PMDB do governo e reforçou a necessidade de candidatura própria à Presidência da República, em 2018. “Essa voz (do PMDB) não pode ser abafada por meia dúzia de carguinhos”, disse, referindo-se aos sete ministérios que o partido possui no governo. “O PMDB terá candidato em 2018. Isso é inevitável”, reforçou.

      O vice-presidente, que desde sua chegada foi recebido com gritos de “Brasil pra frente, Temer presidente”, chegou a ter o seu discurso interrompido por manifestantes, que exibiam bonecos infláveis com caricatura da presidente Dilma vestida com uma faixa presidencial na qual está inscrita a palavra “impeachment”, e que pediam para que ele assumisse a Presidência. Visivelmente constrangido, após segundos de silêncio, Temer respondeu aos manifestantes: “por enquanto não, obrigado”. “Vamos esperar 2018. Vamos montar um candidato, um grande nome do PMDB. Estou encerrando minha vida pública”, esquivou-se. Antes, questionado se o congresso de ontem poderia referendar alguma decisão neste sentido e eventualmente sinalizar a escolha de um candidato, Temer afirmou que 2018 será avaliado apenas “em 2017”.

      O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, presidente do PMDB-RN, participou do Congresso, realizado pela Fundação Ulysses Guimarães. Até março os militantes do partido vão discutir o documento “Uma Ponte para o Futuro”, apresentado como base do novo programa da legenda.  No discurso, Temer repetiu a declaração que deu em agosto – de que é preciso encontrar “alguém capaz de reunificar” o País – e que gerou mal-estar no governo, mas aos jornalistas ressaltou que o PMDB “não vai sair” do governo. O vice ainda tentou minimizar as dissidências no partido e disse que elas são naturais. “Isso é natural, nós temos que colaborar com o País, mesmo as pessoas que querem sair do PMDB querem colaborar com o País”, afirmou.

      O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que também chegou ao lado de Temer e Cunha, evitou falar em saída do PMDB da base aliada do governo. “O momento é de colaborar com saídas, apontar caminhos e direções. O PMDB está querendo prestar esse papel”, afirmou.

      Dissidências

      Mesmo tentando evitar críticas diretas ao governo Dilma, a direção do partido deixou claro que haveria espaço para que todos se manifestassem. O próprio governo já esperava, inclusive, “bastante barulho” no evento de ontem. A tranquilidade no Planalto, entretanto, foi assegurada pelo próprio Temer que, ontem na reunião de coordenação, reforçou que o congresso não teria nenhum poder decisório.

      Coube ao deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) um dos discursos mais duros pela saída do partido da base e pelo impeachment da presidente. “Essa aliança é um problema. A solução para a crise é o afastamento da presidente”, disse.  O ex-ministro da Integração Nacional na gestão Luiz Inácio Lula da Silva, Geddel Vieira Lima, que também é uma das vozes de dissidência no partido, discordou de Perondi em relação ao impeachment, mas reforçou o pedido pela saída do governo.

      Deputado pede debate sobre relação com o PT

      O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), criticou o fato de não poder ter discutido o rompimento com o PT no congresso do PMDB, como desejava. “Foi positivo por um lado, o lado que o PMDB apresentou o programa, que o PMDB tem uma agenda e está discutindo esta agenda. Negativo por outro lado porque aqueles que queriam discutir o fim da relação com o PT não puderam discutir. Não era o fórum apropriado e não tinha o viés deliberativo de ser terminativo. De uma certa forma, inibiu este debate”, afirmou.

      Cunha também comentou as vaias de que foi alvo no encontro. Disse que a manifestação  contrária partiu de um pequeno grupo. “Vi quatro pessoas que estavam no movimento de briga de impeachment que falaram e soltaram uma vaia. Normal. Depois fui aplaudido. Havia uma manifestação específica. Não vi essa vaia toda, não. Vi uma pessoa levantar e gritar. Não ouvi essa vaia do plenário que vocês falam”, afirmou o presidente da Câmara.

      Antes de entrar no plenário da Câmara, Cunha foi alvo de protesto de representantes da Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência. Elas gritaram “Fora, Cunha!”.

      detran_ago

       

      20150910_1235369-732x412

        O governador Robinson Faria participou, nesta terça-feira (17), da primeira noite de lançamento da campanha inédita de divulgação turística do Rio Grande do Norte em parceria com a Abreu, maior agência de turismo e receptivo de Portugal. O evento ocorreu no Hotel Sheraton na cidade do Porto, Norte de Portugal e teve a participação de representantes de mais de 50 agências Abreu localizadas somente naquela região do país – no total são 150 em todo o território português. Na próxima quinta-feira, haverá o lançamento da campanha em Lisboa.

        A ação de marketing e comunicação que será realizada pelo governo do Rio Grande do Norte e a Abreu em Portugal é a maior já realizada naquele país para promover o Estado. A Abreu opera em Portugal desde 1840, ostentando o título de mais antiga agência de turismo do mundo. Além da propaganda nas agências, os principais veículos de comunicação portugueses também vão divulgar o Rio Grande do Norte.

        O diretor geral da Abreu, Artur Abreu, destacou que o Brasil é sempre “uma grande prioridade” para a empresa portuguesa. “O Brasil há muitos anos é o destino número um dos portugueses, e um fator muito importante para isso é o grau de satisfação do português com o país, com a hospitalidade recebida. E o Rio Grande do Norte provavelmente é o número um, no Brasil, na preferência dos portugueses”, disse.

        O governador Robinson Faria ressaltou o empenho do governo do Estado para que o turismo volte a crescer e se fortaleça como principal atividade econômica potiguar. “Crescemos cerca de 30% no turismo com relação ao ano passado, graças a muito trabalho e empenho em torno desta atividade e, aqui em Portugal, a essa parceria com a agência mais tradicional do país. Nosso estado realiza agora uma campanha que nunca foi feita em Portugal, em um momento novo para os portugueses conhecerem Natal, portão de entrada da América do Sul. Que possamos transformar essa ação em resultados para o nosso estado e para Portugal”, disse o governador, destacando a rede hoteleira, a gastronomia e a hospitalidade como atrativos que se somam às belezas naturais da cidade do sol.

        ander1

        20150910_1235369-732x412

          A deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) atendeu o convite da deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ), que abriu as portas de sua residência para receber a bancada feminina para um jantar em Brasília. Além de parlamentares de vários partidos, o jantar teve a presença da Ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.

          “O evento foi muito importante, pois tivemos a oportunidade de discutir assuntos e projetos com as colegas deputadas e com a Ministra Eleonora”, destacou a deputada Zenaide Maia que parabenizou a iniciativa da Deputada Jandira Feghali.

          detran_ago

          20150910_12353611-732x549

            O prefeito da cidade de São Gonçalo do Amarante/RN, Jaime Calado-(PR), em entrevista ao “Jornal da Noite” no último dia 5 (quinta-feira), falou sobre o “rompimento” do PMDB com sua gestão.

            Jaime disse que o PR, que terá candidato a prefeito, espera manter a aliança com o PMDB, porém, se o PMDB decidir por outro caminho, buscará uma nova aliança, sendo com o governador Robinson Faria. Clique aqui e veja a entrevista completa;

            ander1

            20150910_1235369-732x412

              Dez anos da Companhia GiraDança e, mais do que uma comemoração, uma distribuição de cultura expressa em movimentos do corpo em forma de linguagem e comunicação. Trocar experiências, difundir a dança entre as poéticas e as estéticas contemporâneas é o clímax do grupo. Por isso, de 23 a 28 deste mês, a Cia espalha pela capital potiguar o Festival Palco Gira Dança com espetáculos e oficinas culturais gratuitas.

              Ambientes da cidade do Natal serão ‘O Palco’, com abertura dia 23, na Casa da Ribeira apresentando o espetáculo “A Cura”, a partir das 20h, entrada gratuita e exibição de vídeodocumentário sobre a trajetória da CIA ao longo dos dez anos. Já no IFRN, a primeira oficina “Outras Judites: experiências de criar e aprender dança com crianças”, das 10h às 13h, com Edu Oliveira, no IFRN Cidade Alta.

              Espaços como a Casa da Ribeira, Barracão Clowns, IFRN, EDTAM, A3, Vila Hall, Auditório do Museu da Cultura Popular, Nalva Melo Café Salão e as ruas da capital serão os solos da dança contemporânea durante os sete dias de programação.

              “Comemorar e Trocar Experiências”, com convidados como a Companhia Mário Nascimento, Grupo Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, Companhia de Dança do Teatro Alberto Maranhão, Anízia Marques Dança, entre outros grandes nomes da dança contemporânea está no propósito do GiraDança que comemora não somente entre si, mas expande ao público, maior aliado, conhecimento da arte corporal na transmissão do ‘tudo é possível’ com as diferenças e ilimitações físicas.

              Essa expansão dar-se a patrocínios da Prefeitura do Natal através do Programa Djalma Maranhão, ESMERALDA Praia Hotel e Fundo de Incentivo a Cultura 2014 (FIC); dos seus parceiros e apoiadores Natalcard, Michelle Tour, Sesc, RN Criativo e Casa da Ribeira.

              Informações, programação completa e inscrições para as oficinas:  http://www.palcogiradanca.com/ ouhttps://www.facebook.com/palcogiradanca/

              detran_ago

              20150910_1235369-732x412

                O vereador da cidade de São Gonçalo do Amarante/RN, Raimundo Nonato de Queiroz-(PROS), tentou desqualificar o trabalho feito pelo editor deste blog, Anderson Souza, na manhã de hoje (quinta-feira), 17, na Câmara de vereadores da cidade.

                Incomodado pelas matérias feitas neste meio de comunicação, Nonato não se conteve e partiu á criticar este editor em sessão plenária, realizada na casa. O parlamentar começou á “espernear”, desde esta última sexta-feira(13), quando publicado uma matéria em que cita o vereador, tendo como título; Vereador Edmilson Gomes desmente Nonato Queiroz e diz que “o aterro sanitário de Massaranduba se encontra em perfeitas condições”, ele não gostou nada disto.

                O vereador disse que não é este editor que produz as matérias publicadas neste blog, não entendi a colocação do mesmo, e nem é melhor discutirmos, pois minha resposta vai sendo dada pelas publicações feitas neste site.

                Também quero que Queiroz prove que este editor tenha alguma “portaria” aberta em exercício na prefeitura de São Gonçalo do Amarante, como foi dito por ele.

                Aliás, muitos que fazem a imprensa de São Gonçalo, temem que Nonato venha á colocá-los em “maus lençóis”. Só um recadinho para o vereador, tempo dos “coronéis” já passou, enquanto for feita política neste terrinha dos mártires de Uruaçú de forma apelativa, tentar desqualificar a vida pública de pessoas alheias, vou sim, defender o que é de verídico. Escrevi e publiquei sim, que boa parte da bancada que fazem oposição ao órgão municipal desta cidade são “chula”, inclusive vossa senhoria faz parte desta boa parte.

                Cá pra nós… um vereador que não sabe nem ser vice-presidente da casa de leis, onde em todas as reuniões ao assumir a presidência em exercício é orientado pelo colega de bancada, Chanxe Dantas, porque não sabe nem colocar um projeto em pauta… faça-me o favor vereador, assim você me deixa totalmente envergonhado, estude mais.

                Vereador, tentar desqualificar um trabalho que se é feito com seriedade e que atinge um público enorme todos os dias que é este blog, não é legal. Faça seu trabalho com mais honestidade, que aí sim, concordarei com vossa senhoria, enquanto isto, continuarei com minha posição.

                ander1

                20150910_1235361-732x528

                  O advogado Paulo Coutinho foi eleito o novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte. A Chapa 10 “Experiência& Trabalho”, que tem Coutinho como presidente e Marisa Almeida como vice, estará a frente da OAB pelos próximos três anos.

                  “Essa foi a vitória dos advogados, não de um grupo, mas de toda advocacia potiguar que se mostrou unida e engajada por propostas que fortalecem a nossa Ordem”, destacou o futuro presidente da OAB.

                  Paulo Coutinho agradeceu a todos os advogados que participaram desta campanha e “ratificaram a luta pela construção de uma Ordem cada vez mais unida, fortalecida e engajada com as causas da nossa classe e da nossa sociedade”.

                  detran_ago

                  20150910_1235361-732x528

                    A capacitação dos servidores públicos dos municípios do Rio Grande do Norte é foco de iniciativa do presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Gustavo Carvalho (PROS). Na tarde desta segunda-feira (16), durante visita ao Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte, Gustavo Carvalho e o governador em exercício, Ezequiel Ferreira (PMDB), sugeriram que Assembleia e TCE firmem parceria para a realização de cursos de aperfeiçoamento sobre contas públicas aos servidores de prefeituras potiguares.

                    “O TCE e a Assembleia são órgãos parceiros e temos um grande respeito por essa instituição. O objetivo da Assembleia é sempre estreitar essa relação de forma a contribuir com o Estado”, disse Gustavo Carvalho. Para Gustavo Carvalho, ainda há muita desinformação sobre o ordenamento de gastos em prefeituras e também acerca dos limites da lei. O esclarecimento, na opinião do deputado, servirá para que as contas dos municípios potiguares não sejam rejeitadas por falta de informação dos gestores e servidores.

                    ander1