3a83088b126f44cd80335113145a7977

    Polícia Civil prendeu neste sábado (10) quatro homens suspeitos de terem participado da explosão de um caixa eletrônico que ocorreu na cidade de São Gonçalo do Amarante, Grande Natal, na sexta-feira (09). Parte da quadrilha foi detida em São José de Mipibu, também na Região Metropolitana, e a outra parte na própria cidade em que aconteceu o crime. As prisões são resultado de em uma ação da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

    Foram presos dois pernambucanos: Douglas Pereira da Silva, de 31 anos de idade e Erivan Fernandes Batista, de 29 anos; além de dois natalenses: Valdir Correia da Silva, de 31 anos, que responde a dois homicídios, e Emerson Nascimento de Araújo, de 21 anos. A Polícia está à procura de Ubatan Pereira da Silva, paraibano, e Hélio do Nascimento Cunha, também pernambucano. Seriam os outros dois integrantes do bando criminoso.

    De acordo com a polícia, investigações da Deicor revelaram que Douglas da Silva e Erivan Batistavoltariam para Pernambuco ainda no sábado (10). Com o intuito de prender os homens, a equipe da Deicor iniciou uma ação na madrugada, e conseguiu interceptar o veículo em que os suspeitos estavam, na cidade de São José de Mipibu.

    “No momento da ação policial, os suspeitos reagiram e efetuaram disparos contra os policiais civis. A equipe da Deicor precisou fazer uso da força proporcional e efetuou diversos disparos no mencionado veículo, momento em que o carro dos criminosos capotou. Após a virada do carro os bandidos saíram de dentro do veículo e efetuaram novos disparos contra os policiais, dando início a uma intensa troca de tiros. O grupo se embrenhou na mata e, ao amanhecer, as buscas pelo grupo criminoso continuaram, com o apoio do helicóptero da Secretaria de Segurança Pública, Potiguar 01”, detalhou o delegado titular da Deicor, Odilon Teodósio.

    Durante as buscas, os policiais civis apreenderam no meio da mata uma pistola Glock 9 milímetros, com um carregador alongado e 22 munições do mesmo calibre, bem como o veículo que havia sido usado pelo grupo.

    Já na tarde do sábado, com apoio de policiais militares, a Divisão prendeu os dois pernambucanos. Eles estavam escondidos na residência utilizada para guardar os materiais ilícitos e carros roubados.

    De acordo com a Polícia Civil, as buscas continuaram e os policiais chegaram a outro imóvel, que fica em São Gonçalo do Amarante, onde foram encontrados grampos utilizados na ação criminosa, bem como uma pistola 9 milímetros, com numeração raspada, 15 munições do mesmo calibre e munições de outros calibres.

    comentarios