3a83088b126f44cd80335113145a7977

    Turistas, comerciantes e moradores da Praia do Meio estão apavorados com visitante indesejável. Logo no início da manhã, quando a maré está baixa, a área pertence a eles, os ratos, que saem em busca de alimento e de novos abrigos.

    “Tem muito rato por aqui, mas só aparecem logo cedo pela manhã ou pouco antes de anoitecer. É muito rato”, diz o comerciante Manoel dos Santos, de 46 anos, que vende cocos na praia.

    O relato é o mesmo do comerciante Carlos Chagas, 63 anos, morador do bairro de Brasília Teimosa, que fica nas proximidades da praia. “Eu venho caminhando e tropeço num rato. Deveriam fazer uma limpeza destas estruturas e uma desratização completa da praia”, aponta.

    O fotógrafo do Agora RN, José Aldenir, conseguiu flagrar a presença dos ratos ao longo da Praia do Meio. Sem cerimônias, os animais deixam as pedras de enrocamento de proteção da orla por conta dos resíduos deixados por frequentadores e turistas, como restos de comida.

    Segundo o Centro de Zoonose de Natal, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde, a Praia do Meio passará por desratização no mês de junho.

    No entanto, segundo o diretor da unidade, Alessandre Medeiros, o serviço não será específico para o controle de praga urbana. “O trabalho é para reduzir áreas de risco para ocorrência de leptospirose”, explica.

    De acordo com Alessandre Medeiros, o Centro de Zoonoses vai atuar na Praia do Meio e nos bairros do Alecrim, Quintas e Rocas, nas regiões ribeirinhas às margens do Rio Potengi. Natal registrava em 2013 uma incidência acima de 1,7 casos de leptospirose por 100 mil habitantes. Este é padrão de normalidade sobre a doença, segundo o Ministério da Saúde. Em 2017, o município registrou 0,8 por 100 mil habitantes em 2017. “E até agora não há casos notificados da doença”, reforça Alessandre Medeiros.

    A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) informou que vai promover a orientação dos comerciantes das praias urbanas sobre o descarte irregular de resíduos.

    Por AgoraRN

    comentarios